Basta ligar a televisão ou acessar de forma rápida alguma rede social que encontramos todos os estilos de notícias sobre o Coronavírus. 

 

As preocupações são de todos e sob todos os aspectos, afinal os impactos já visíveis e os que ainda estão por vir dão medo e geram insegurança na grande maioria das pessoas. 

 

Mas, como ficam os empresários e colaboradores em meio a crise trazida pela pandemia?

 

Segurança presencial 

Priorizar a saúde do trabalhador é vital nos dias de hoje. A grande angústia que a pandemia trouxe é o medo de contrair o coronavírus, por isso os recursos humanos precisam estar tranquilos de que a segurança do colaborador não está em jogo.

 

Futuro incerto  

Mesmo que o futuro das empresas esteja em jogo, informar de maneira clara o que se é pretendido fazer durante e após a crise ajuda a aliviar os ânimos e pode aproximar empregados e empregadores. 

 

Home Office 

Muitas empresas adotaram o estilo de trabalho home office com seus funcionários, porém essa modalidade pode ser muito desafiante se um plano estruturado não for adotado. Apresentar aos trabalhadores como as atividades podem e devem ser executadas em seus domicílios facilita o entendimento e gera resultados mais satisfatórios, tornando a equipe mais engajada e com mais rendimento. 

 

Colaboradores e consumidores

Mais do que nunca, os clientes precisam ver que a marca que estão consumindo algo está engajada e preocupada com o seu bem-estar. É importante que medidas de proteção entre colaboradores e clientes sejam devidamente seguidas, tanto para a proteção dos funcionários quanto para com a saúde de quem frequentar o estabelecimento.  

 

Organização interna

Vale lembrar que sempre meio a uma crise existem novas possibilidades. O momento é difícil para todos, principalmente para quem trabalha no ramo varejista, porém tentar enxergar novas oportunidades pode abrir um leque de oportunidades. 

Solidariedade

Pensar no próximo e procurar dar as mãos para outras empresas é uma excelente forma de lutar contra uma crise. Adotar medidas como divulgar uma parceira nas redes sociais, por exemplo, é uma atitude que contribui e muito. 

 

Embora ainda existam incertezas quanto aos impactos a longo prazo, algumas medidas internas podem ser adotadas para melhorar a situação econômica vinda com o COVID-19.