Com design futurista, o lançamento economiza 20% de energia e valoriza a exposição dos produtos

 

Com um investimento de R$ 50 milhões, a nova linha Vittrine da Eletrofrio, líder em refrigeração comercial no país, chega ao mercado com a promessa de economizar em média 20% de energia elétrica (para sistemas com expansão direta) em comparação com a atual linha da empresa, que já é muito eficiente. Considerada o maior lançamento já realizado no setor de refrigeração brasileiro, a Vittrine se destaca por ser uma solução inédita no Brasil e por unir conceitos essenciais no segmento varejista: eficiência, tecnologia, qualidade, sustentabilidade e design moderno.

“Investimos em pesquisas nacionais e internacionais para que todos os setores estratégicos da empresa pudessem trabalhar em algo inovador, eficiente e acessível a todos os empresários varejistas. Assim, a Eletrofrio dá um salto em tecnologia à frente da concorrência e eleva ainda mais nossa posição de liderança de mercado”, afirma o presidente da empresa, José Antonio Paulatti.

Com um faturamento do grupo de R$ 1,100 bilhão em 2017, a empresa desponta na liderança do segmento de refrigeração comercial brasileiro e completa em outubro 72 anos de história. Com o lançamento, a Eletrofrio espera encerrar 2018 com um crescimento de 10%. “Com os investimentos realizados para este lançamento, teremos a capacidade de duplicar a nossa produção, gerando mais de 200 empregos diretos. Nunca houve no país um investimento desta dimensão em refrigeração comercial”, conta o presidente.

A eficiência energética de 20% da linha Vittrine é possível graças a melhorias implantadas na iluminação, nas resistências de orvalho e degelo, nos evaporadores de alta eficiência e no fluxo de ar. A utilização de novos evaporadores mais eficientes gera uma economia direta no consumo dos compressores.

Otimização de espaço

Mais do que eficiência energética, a nova linha otimiza o espaço de exposição e aumenta a área de circulação nos corredores das lojas. “Estamos completando nosso portfólio de produtos com os novos expositores compactos, com profundidade de tanque de 740mm e prateleiras de 400mm, que privilegiam o espaço de corredores melhorando o tráfego nas lojas”, explica Paulatti.

As novas prateleiras slim possuem perfil frontal 40% mais fino, o que permite maior espaço útil entre elas. A frente mais baixa e maior abertura frontal dos expositores possibilitam a inserção de mais um nível de prateleiras nos modelos verticais.

Design do futuro

“A linha Vittrine representa um novo conceito em exposição, pois mais do que expositores prometemos entregar vitrines aos nossos clientes. O objetivo é valorizar os produtos e colocá-los em um destaque especial aos olhos dos consumidores”, destaca o presidente.

O conceito “pele de vidro”, bastante utilizado na arquitetura, foi a base do design dos expositores, que possuem portas sem molduras, maiores superfícies envidraçadas e estruturas com perfis mais leves, que não competem com as mercadorias expostas.

O novo e exclusivo sistema de precificação, patenteado pela Eletrofrio, é regulável e facilita a visualização dos preços sem interferir na exposição das mercadorias. Além disso, novas opções de acabamentos com chapas revestidas de alta resistência mecânica e química, superior à pintura e à plotagem, permitem uma maior flexibilidade na personalização dos setores nas lojas. As chapas revestidas são materiais de alta tecnologia, fabricados e importados da Europa, que não descolam e nem desbotam.

Um dos grandes destaques da nova linha é o Terminal 360º, que possibilita uma exposição contínua entre as prateleira, aumentando o volume de produtos expostos e criando um visual clean, moderno e arrojado.

Sobre a Eletrofrio

Com 71 anos de história, a Eletrofrio é uma empresa brasileira que desponta na liderança absoluta em refrigeração comercial. A empresa é especialista em expositores refrigerados, câmaras frigoríficas e sistemas de geração de frio alimentar e se destaca por estar sempre à frente, oferecendo o que há de mais moderno e sustentável no mundo.

O grupo, que possui uma área total de 200 mil m², faturou em 2017 R$ 1,100 bilhão e espera crescer 10% neste ano.