Imagine estar passando pelo metrô, ver um produto em uma espécie de “papel de parede” que simula a prateleira de uma vitrine, apontar o seu celular para o QR Code e pronto, seu produto chegará no seu endereço em alguns dias. O canal de vendas que já é oferecido, por exemplo, pela rede de supermercados sul-coreana Homeplus, agora também será usado pelo Grupo Boticário, nas estações do metrô de São Paulo.

Lá na Coreia do Sul esse tipo de loja funciona no formato híbrido, no metrô de Seoul, com vitrines eletrônicas que apresentavam produtos disponíveis no armazém da loja, prontos para a entrega. Já as lojas de parede da Boticário vão seguir no formato de venda multicanal, que consiste em uma estrutura que simula uma vitrine, com foto, descrição e código dos produtos, que pode ser escaneados com a câmera do celular para que o consumidor seja direcionado para o carrinho do e-commerce do Boticário para que a compra seja finalizada com frete grátis.

Em fase piloto, durante todo o mês de setembro, os mais de 11 milhões de brasileiros que passam pelo Terminal Rodoviário Tietê e pela Linha 4 Amarela do Metrô de São Paulo vão poder conhecer o novo formato e usufruir dos principais produtos vendidos pela varejista

O projeto foi idealizado pela Mooz, unidade de soluções financeiras para o varejo do Grupo Boticário, e viabilizado em conjunto com as áreas de Mídia e Brand Experience da companhia, com o objetivo de fortalecer a estratégia multicanal do Grupo e atender às novas necessidades e desejos de compra dos brasileiros. Ao todo são 41 produtos de perfumaria, cuidados pessoais e cabelos disponíveis nos painéis produzidos em conjunto com a Almap BBDO.