Orquídea Alimentos levou personagem Bob Esponja para ExpoApras | JValério

Orquídea Alimentos levou personagem Bob Esponja para ExpoApras

30/04/2024

Compartilhe essa notícia

Muitas novidades foram apresentadas pela Orquídea Alimentos na ExpoApras deste ano. Durante os três dias de feira, a empresa expôs sua nova linha de biscoitos wafer do Bob Esponja, além dos multipacks — uma grande embalagem com oito pacotinhos individuais —, e o novo logo da marca.

O estande, de 81 m², teve um espaço instagramável e degustação de produtos como pães, massas e sobremesas, incluindo cupcakes e pudins, que acontece durante todo o dia. Pizza, espetinho de carne com farinha panko e sopa foram servidos nos momentos de happy hour. O destaque ficou por conta da presença do personagem Bob Esponja, que estave no local no segundo dia de evento, tirando fotos e divulgando os produtos que levam sua imagem estampada nas embalagens.

A participação é possível devido a uma parceria firmada no início do ano entre a Orquídea Alimentos e a Paramount, detentora dos direitos autorais do clássico personagem dos desenhos animados.

Sobre a Orquídea Alimentos

Fundada em agosto de 1953 pelos irmãos Tondo, na cidade de Pinto Bandeira, no Rio Grande do Sul, a empresa de alimentos Orquídea começou com um pequeno moinho de trigo. Hoje, ela está entre as maiores empresas da região Sul do Brasil, tendo uma das maiores capacidades de moagem de trigo: 44 mil toneladas por mês.

No final dos anos 1990, iniciou a construção da fábrica em Caxias do Sul, também na serra gaúcha, onde construiu uma moderna indústria equipada com máquinas automáticas para a produção de farinhas tradicionais e especiais, como as destinadas a massas de pastéis, pizzas e confeitaria, assim como misturas para pães e bolos. A fábrica foi ampliada em 2006, onde incluiu ao portfólio massas dos mais variados cortes; seis anos depois, em 2012,  entrou no ramo de fabricação de biscoitos.

Marca consolidada entre o varejo e o consumidor final, a Orquídea também é fornecedora de grandes empresas nacionais e multinacionais.

Compartilhe essa notícia

Outras notícias